Fiat investe em motor movido a diesel com álcool

A FPT PowerTrain Tecnologies, do Grupo Fiat, está investindo 10 milhões de euros no projeto de pesquisa para a produção, no Brasil, de um motor a diesel que funciona com a mistura do combustível com álcool. A companhia espera transformar os protótipos em motores produzidos em série já em 2010 para ser utilizado principalmente em máquinas agrícolas.Como o álcool e o diesel só se misturam com a adição de produtos químicos e os motores a diesel são diferentes dos a gasolina e a álcool, a companhia optou pela adaptação de um motor a diesel para o desenvolvimento do projeto. De acordo com o engenheiro de produtos para o Mercosul da FPT, João Irineu Medeiros, a mistura do álcool com o diesel não será no tanque e sim direto na câmara de combustão. Haverá assim um tanque para o álcool e outro menor para o diesel, bem como dois sistemas de injeção dos combustíveis.Na teoria, os veículos com o futuro motor poderão funcionar só com diesel ou só com álcool misturado a uma pequena quantidade do combustível derivado de petróleo. Entretanto, de acordo com Medeiros, "a intenção é fazer com que o motor utilize mais o álcool, e o diesel seja destinado para a partida e no auxílio à combustão", disse. "A meta é priorizar o uso dos motores em máquinas agrícolas, ou seja, em regiões onde o álcool é produzido", completou o executivo, durante a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP).A FPT anunciou ainda o investimento de R$ 60 milhões na unidade de Sete Lagoas (MG), para dobrar a produção de motores a diesel, das atuais 50 mil unidades, para 100 mil unidades anuais até 2010. Os investimentos incluem ainda R$ 250 milhões na recém-adquirida unidade da Tritec no Paraná, onde são produzidos motores a gasolina e flex e ainda US$ 200 milhões na fábrica de motores Fire em Betim (MG).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.