Fiat negocia com bancos possível aumento de capital, diz fonte

A Fiat está negociando com vários bancos sobre um possível aumento de capital para elevar sua participação na norte-americana Chrysler. Uma decisão sobre a operação deve ser tomada em breve, afirmou uma fonte próxima ao assunto, nesta sexta-feira.

Reuters

14 de dezembro de 2012 | 08h07

A Fiat está considerando um aumento de capital entre 1 bilhão e 2 bilhões de euros (1,3 bilhão e 2,6 bilhões de dólares) no próximo ano para comprar os 41,5 por cento restantes da Chrysler, publicou o Il Messaggero mais cedo nesta sexta-feira.

A notícia levou à suspensão das negociações com ações da Fiat, que despencaram. No último negócio registrado, às 6h11 (horário de Brasília), o papel caía 5,1 por cento, a 3,51 euros.

O jornal informou que as negociações da Fiat envolvem os bancos UniCredit, Morgan Stanley, Bank of America e Goldman Sachs e que as conversas estão em estágio inicial, sem decisões tomadas.

A Fiat não comentou o assunto.

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSFIATAUMENTOCAPITAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.