Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fiesp: atividade deve continuar forte em fevereiro

O primeiro indicador de atividade industrial de 2008 mostra que "o fenômeno do crescimento continua a acontecer na indústria paulista". As palavras do diretor do Departamento Econômico da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Francini, explicam a alta de 2,2% no Indicador do Nível de Atividade (INA) em janeiro ante dezembro do ano passado, com ajuste sazonal. O dado é o melhor desde abril do ano passado, quando o indicador subiu 2,3% na margem. Para fevereiro, a expectativa da entidade é de manutenção do ritmo forte na indústria.Segundo Francini, nos três últimos meses (novembro, dezembro e janeiro), a indústria paulista registrou crescimento de 9% ante o mesmo período do ano passado. E como não há qualquer razão para que fevereiro seja um mês ruim, a atividade industrial deve se manter em alta. A estimativa preliminar da Fiesp é que o INA encerre o ano entre 5% e 5,5%, porcentual abaixo do registrado em 2007, de 6%.Além da provável continuação do consumo, outro fator que poderia explicar o comportamento da indústria em janeiro é a reposição de estoques. Essa possibilidade é levantada porque as vendas reais da indústria caíram 9,7% em janeiro sobre dezembro do ano passado (sem ajuste). "O fato é que janeiro costuma ser um mês mais fraco do que foi este ano. Vemos que as indústrias deram menos férias, as horas trabalhadas na produção cresceram (0,7% na margem) e alguns segmentos estão aumentando o número de turnos de trabalho", disse o diretor da Fiesp.

PAULA PULITI, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.