Fiesp: atividade industrial cresce 0,2% em março em SP

O Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria paulista registrou um crescimento de 0,2% em março, na comparação com fevereiro, na série com ajuste sazonal, segundo dados divulgados hoje pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Sem o ajuste sazonal, o INA registrou alta de 7% em relação a fevereiro. Em relação a março de 2010, o INA subiu 1,3% e, no acumulado dos três primeiros meses de 2011, o indicador acumula alta de 4,4%.

ANNE WARTH, Agencia Estado

28 de abril de 2011 | 11h41

A Fiesp revisou os dados do INA do mês de fevereiro. Com o ajuste sazonal, o INA saiu de 0,3% anterior para 0,9%. Na série sem ajuste sazonal, o crescimento o INA em fevereiro passou de uma taxa de 4,2% para 5,4%.

O nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria paulista subiu de 81,6% em fevereiro para 82,1 % em março, sem o ajuste sazonal. Considerando o ajuste sazonal, o Nuci apresentou queda, de 83,6% em fevereiro para 83,2% em março.

Confiança

A confiança dos empresários da indústria do Estado de São Paulo medida pela pesquisa Sensor, da Fiesp, caiu para 54,9 pontos em abril, depois de ter ficado em 56,9 pontos em março. Dos cinco itens que compõem a pesquisa, três registraram redução: Vendas (de 61,5 em março para 52,6 em abril), Estoque (de 57 para 53,5) e Investimento (de 58 para 54,3).

O indicador Mercado variou de 60,2 em março para 60,6 em abril e teve comportamento considerado estável pela entidade. O único a registrar aumento da confiança foi o item Emprego, de 47,7 em março para 53,8 em abril. Na pesquisa, resultados acima de 50 pontos indicam otimismo e, abaixo deste patamar, pessimismo.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaatividadeINANuciFiesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.