Fiesp critica alta dos juros e duvida do resultado

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) divulgou, nesta segunda-feira à tarde, nota assinada pelo presidente Horacio Lafer Piva, em que lamenta a decisão do Banco Central (BC) de elevar os juros básicos para 21% ao ano e duvida de que a medida dê bons resultados."Este aumento, somado ao pacote de medidas anunciado na última sexta-feira (aumento do compulsório dos depósitos à vista, a prazo e de poupança), representa pesado ônus para a atividade produtiva e tem eficácia questionável para conter a piora das expectativas de inflação e para debelar a atual crise de credibilidade", diz a nota."Não se combate crise de confiança com política monetária", afirma a entidade. A Fiesp voltou a pedir aos candidatos à Presidência que atuem junto com o atual governo para suavizar o processo de transição. "É preciso atacar a desconfiança e a falta de previsibilidade e combater a especulação. O único caminho para isso é a total cooperação", conclui a nota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.