Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Fiesp distribui pato inflável na Paulista contra aumento de imposto

Os bonecos de plástico são uma alusão à retomada da campanha 'Não vou pagar o pato', que havia sido lançada pela Fiesp em 2015

Mateus Fagundes, O Estado de S. Paulo

23 Julho 2017 | 18h38

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) distribuiu na tarde de hoje patos infláveis para os pedestres na Avenida Paulista, que fica fechada para carros aos domingos. A ação ocorreu no mesmo dia em que o presidente da entidade, Paulo Skaf, se reuniu fora da agenda oficial com o presidente Michel Temer, em sua residência em São Paulo.

Os bonecos de plástico são uma alusão à retomada da campanha 'Não vou pagar o pato', que havia sido lançada pela Fiesp em 2015. A ação de marketing contrária ao aumento de impostos foi retomada na semana em que o governo federal anunciou o reajuste da contribuição do PIS/Cofins para os combustíveis, uma medida para tentar conter o rombo fiscal.

Semana passada, após o aumento de impostos, Skaf disse que houve um erro de Temer em aprovar o aumento da carga tributária, mas que o governo não vai perder a credibilidade por causa de apenas uma medida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.