Fiesp e Força Sindical pedem audiência a Palocci

Os presidentes da Fiesp, Horácio Lafer Piva, e da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, reuniram-se ontem à noite por uma hora e meia na sede da entidade empresarial para discutir a conjuntura econômica do País e decidiram solicitar uma audiência com o ministro da Fazenda, Antonio Palocci. Segundo Paulinho, a preocupação de empresários e sindicalistas reside na baixa atividade econômica projetada para o segundo semestre deste ano, principalmente por causa dos juros elevados. "Se o governo não tomar uma medida já, o segundo semestre será comprometido", afirmou. O presidente da Força relatou também ter pedido a Piva que sensibilize industriais paulistas para que interrompam o processo de demissões nas empresas por causa da queda da atividade econômica, pelo menos até o encontro dos dois com Palocci, previsto para acontecer na próxima semana. Segundo Paulinho, Piva disse que consultaria os sindicatos patronais antes de procurar os filiados da Fiesp. O sindicalista também criticou o contingenciamento de verbas, qualificado por ele de "exagerado e nefasto", promovido até o momento pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além da ampliação do superávit primário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.