Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Fiesp e governo de SP tentam abrir mercado no Japão

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) vai enviar uma missão de empresários ao Japão entre os dias 7 e 11 de junho desse ano, numa tentativa de abertura do mercado japonês. Pelo menos 35 indústrias já confirmaram presença, disse hoje o presidente da Fiesp, Horácio Lafer Piva, durante reunião do Conselho Estadual de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Cericex).A iniciativa conta com apoio e participação do governo de São Paulo, que incluirá na delegação uma equipe de assessores do governador Geraldo Alckmin (PSDB) para tentar atrair investimentos japoneses ao Estado e, ao mesmo tempo, também participar do esforço comercial para vender produtos paulistas ao país oriental."O Japão é um mercado fantástico, com PIB per capta da ordem de US$ 29 mil. Há segmentos no Brasil, especialmente na área da agroindústria e de fornecimento de matéria-prima, que podem se beneficiar desse mercado", afirmou Piva.Ele lembrou que apenas 3,6% das exportações brasileiras são destinadas ao Japão. Mas os empresários já detectaram nos japoneses a intenção de se fazer mais negógios com o Brasil. "Os mercados estão sendo mapeados, mas certamente os de moda, têxtil, alimentos, combustíveis ecologicamente equilibrados são segmentos potenciais para o Japão", adiantou.A Fiesp está preparando um conjunto de informações para os empresários que participaram da missão, segundo relatou Piva, oferecendo atendimento personalizado para cada empresa e agendando rodadas de negócio. Antes dos encontros, essas empresas passarão por seminários e cursos de negociação e contarão com tradutores e intérpretes para garantir o diálogo durante as reuniões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.