Fiesp elogia criação de agência de desenvolvimento industrial

A criação de uma agência de desenvolvimento industrial, intenção anunciada hoje pelo ministro Luiz Fernando Furlan, do Desenvolvimento, foi considerada muito positiva pelo diretor do Departamento de Estudos Econômicos (Depecon) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Claudio Vaz. "A idéia é boa, porque todo investidor, nacional ou estrangeiro, tem dificuldades de conhecer e remover barreiras e burocracias para o investimento. A agência é uma grande facilitadora de negócios", afirmou o empresário. Para Vaz, é imprescindível que um país interessado em atrair investimentos tenha uma instituição capaz de alinhar as políticas estaduais, municipais e federais. No Brasil, o único órgão semelhante à agência que o governo pretende criar é o Instituto de Desenvolvimento Industrial (Indi), de Minas Gerais, "grande fomentador da industrialização do estado", segundo Vaz. "O Indi é um grande sucesso e espero que a agência do governo federal tenha esse tipo de objetivo", afirmou. De acordo com o ministro Furlan, a agência será criada para fomentar e implementar a política industrial, tecnológica e de comércio exterior, em que está sendo concebida. O órgão teria como função coordenar as diversas ações a serem implementadas, "para que a burocracia não mate os esforços que estão sendo feitos", segundo Furlan.

Agencia Estado,

11 Março 2004 | 17h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.