Fiesp nega ligação de demissões com juros

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Horacio Lafer Piva, negou na tarde desta sexta-feira, em nota, que a entidade vincule possíveis demissões na indústria à manutenção dos juros altos. ?Os recentes indicadores demonstram o difícil momento por que passa a produção, e por conseguinte o emprego e os investimentos. Não significa, contudo, que estejamos sugerindo qualquer ligação direta entre a decisão do Copom e a uma ação deliberada de ajuste no nível de emprego?, disse.Segundo ele, os juros nos atuais 26,5% ao ano podem levar ?alguns setores a buscar soluções de adequação ao novo patamar de produção, e que, perdurando além do razoável, podem criar constrangimentos também no emprego, sem, contudo, determinar prazos ou intenções quaisquer?. Para ele já existem condições técnicas para a redução dos juros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.