Fiesp: pesquisa mostra otimismo sobre indústria de SP

A Pesquisa Sensor da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), que mede a percepção dos empresários sobre seus negócios, mostra otimismo dos empresários em relação à produção da indústria paulista em março. O indicador ficou em 52,9 pontos em março, um pouco abaixo do nível registrado em fevereiro, revisado para 54,4 pontos. Apesar disso, o resultado foi considerado positivo, uma vez que o indicador de nível de atividade (INA) da Fiesp teve alta de 13,1% em fevereiro ante o mesmo mês de 2007. Foi o melhor resultado da história da pesquisa, superado somente pela variação de 17% verificada em dezembro de 2004 sobre dezembro de 2003."Todos os indicadores do Sensor mostram uma tendência bastante positiva", disse o diretor do Departamento de Economia da entidade, Paulo Francini. Segundo ele, todos os itens que compõem o Sensor Fiesp são considerados positivos quando ficam acima dos 50 pontos. Neste caso, o item mercado ficou em 52,6 pontos em março; vendas, em 53,3; estoque, em 50,5; emprego, em 55,9; e investimentos, em 52,2.Embora todos os itens tenham ficado abaixo dos resultados de fevereiro, exceto estoque, Francini ressaltou que o desempenho indica continuidade do crescimento da produção industrial, que vem sendo verificada desde maio de 2007 e é considerada uma boa performance dentro da série histórica do Sensor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.