Fila para entrar na Assembléia da Unctad, em SP

O esquema de segurança para a XI Assembléia Geral da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad), jamais foi montado desta forma em um evento na cidade de São Paulo. O controle nas imediações do Palácio das Convenções do Anhembi é tão rígido, que a fila de veículos para passar pela revista de efetivos do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Policia Militar, e da Polícia Federal, demorava hoje pela manhã de 30 a 45 minutos. Este atraso provocou o adiamento do ínicio da sessão inaugural da Assembléia da Unctad prevista para às 9 horas. Por volta das 9h30, os principais oradores da sessão plenária, entre eles o secretário geral da ONU, Kofi Annam, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador Geraldo Alckmin ainda não estavam no salão plenário do Anhembi.O controle para o ingresso dos cerca de mil jornalistas que deverão cobrir o evento também é rígido, embora toda a imprensa tenha sido credenciada, é praticamente obrigatório a solicitação de um novo passe verde, exclusivamente para entrar na sessão plenária. Os discursos terão tradução simultânea, em russo, chinês, japonês, espanhol, e outras línguas. São esperados 6 mil participantes para o encontro.

Agencia Estado,

14 de junho de 2004 | 10h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.