Financeiras antecipam renegociação de dívidas

O consumidor que está com pagamentos de prestações em atraso e com nome na lista negra do Serviço de Central de Proteção ao Crédito (SCPC) pode aproveitar o momento para negociar sua dívida junto à financeira na qual solicitou o empréstimo. Algumas financeiras estão antecipando suas promoções de renegociação de dívidas com clientes inadimplentes, normalmente realizadas no mês de outubro. As financeiras estão dando descontos de até 100% nos encargos mensais.A atitude das financeiras reflete os altos índices de inadimplência. Dados da Centralização dos Serviços dos Bancos S.A (Serasa) registram um aumento no calote em 2001. O volume de cheques devolvidos por falta de fundos de janeiro a agosto de 2001 aumentou 29% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo estudo nacional da Serasa - Centralização dos Serviços dos Bancos S.A.. No acumulado de janeiro a agosto de 2001 foram devolvidos, em média, 12,9 cheques em cada mil compensados. No mesmo período do ano passado, foram 10 devoluções a cada mil cheques compensados.Em agosto deste ano, o total de cheques devolvidos registrou a marca de 14,1 cheques devolvidos em cada mil compensados. A variação indicou uma alta de 43,9% na comparação com agosto do ano passado. Promoções A financeira Losango, que começou a enviar carta a seus clientes inadimplentes para renegociar o débito em maio, está realizando duas campanhas para clientes que estão com parcelas em atrasos a mais seis meses. Os clientes que têm dívidas entre seis meses e quatro anos de atraso podem obter descontos e financiar sua dívida em até sete vezes.De acordo com o diretor de risco da Losango, Elcio Santos, os clientes que estão com dívidas em atraso no período entre 6 meses e um 1 ano podem ter descontos de até 100% nos encargos. A dívida pode ser dividida em até sete vezes. Já os clientes que possuem dívidas com a financeira no período entre um e quatro anos pode ter descontos de até 40% nos encargos para o pagamento a vista. A financeira também parcela o pagamento da dívida em até sete vezes. "O cliente que parcelar pode ficar sem o desconto de acordo com o número de parcelas. O cliente que resolver pagar o débito à vista vai pagar apenas o valor principal da dívida, sem encargos", avisa o diretor de risco da Losango.ExprinterNa financeira Exprinter a promoção é direcionada para clientes que tem suas parcelas vencidas há mais de 270 dias. Chamada de campanha da primavera, a promoção da financeira dá descontos de até 80% nos juros de mora no pagamento à vista e parcela o pagamento em até 6 vezes. O diretor geral da financeira, Leonardo Benvenuto, ressalta que a partir do dia 1 de outubro a empresa vai realizar uma nova promoção para clientes que tem dívidas em atraso no período de 30 a 269 dias. "As promoções vão até o final do ano e tem o objetivo de facilitar o crédito dos nossos clientes para as compras do final do ano", explica o diretor geral Exprinter. Décimo terceiro salárioBenvenuto destaca que com o recebimento da primeira parcela do 13º salário, os trabalhadores procuram as financeiras para saldar suas dívidas. "Os clientes com débitos em financeiras costumam quitar suas dívidas em atraso no final do ano. No ano passado cerca de 60% dos nossos clientes quitaram seus débitos depois do 13º salário", alerta Benvenuto.O diretor da área de crédito do Banco Panamericano, Adalberto Savioli, afirma que as financeiras estão antecipando a renegociação das dívidas em atraso devido a alta da inadimplência. A empresa pretende lançar a campanha de liquidação de dívidas em atraso no início de novembro. "A campanha será voltada para clientes que tem dívidas entre 240 dias e 1 ano de atraso", alerta. Os descontos ainda não foram definidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.