Financeiras: campanha de renegociação de dívida

Com a intenção de receber os atrasados e habilitar o consumidor para novos contratos de financiamento e empréstimos, as financeiras estão realizando campanhas de renegociação de dívidas. A renegociação é oferecida para clientes que tem dívidas a partir de 30 dias. As empresas dão descontos de até 100% nos encargos, multas e juros de mora e, dependo do prazo da dívida, oferecem descontos de até 30% nos juros principais.A financeira Losango iniciou sua campanha de renegociação de dívidas em agosto. O diretor de cobrança da empresa, Leonardo Santana, destaca que inadimplentes com maior prazo de atraso terão uma flexibilidade melhor para negociar descontos. A financeira está cobrando os clientes com atraso a partir de 180 dias. A Losango entra em contato com o cliente através de cartas e também por telefone.De acordo com o diretor de cobrança da financeira, os clientes com atrasos de 180 a 300 dias têm descontos de até 100% nos encargos e juros de mora. Acima de 300 dias, a Losango aceita negociar com seus clientes desconto de 10% a 30% nos juros principais da dívida, informa Leonardo Santana.Na financeira do Banco BMC, a Credicerto, as condições para renegociação de dívidas também dependem do tempo do débito. O diretor executivo da financeira, Norival Puglieri, ressalta que estão sendo oferecidas oportunidades de renegociação para os clientes com atraso superior a 30 dias. A Credicerto oferece descontos de 20% a 100% nos encargos, multas e juros de mora e, para atrasos muito longos de até 20% dos juros principais.A financeira Exprinter também vai iniciar sua campanha de renegociação no final de outubro. O diretor geral da empresa, Leonardo Benvenuto, avisa que as condições ainda não fora definidas. "Estas campanhas oferecem a oportunidade para aquelas pessoas que estão inadimplentes reabilitarem seu crédito e limparem seu nome", avisa. Leonardo Benvenuto, que também é vice-presidente da Associação Brasileira de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), afirma que 30% das pessoas que estão inadimplentes com financeiras emprestaram o nome para algum amigo ou parente realizar o financiamento. "Essa é a chance destes inadimplentes, que são bons pagadores, de quitar o débito feito por amigos e limpar seu nome", explica. Ele conta que na Exprinter o maior índice de inadimplência é no financiamento de móveis populares, que é de 12,5%. Panamericano antecipa 13o salárioO Banco Panamericano não está realizando campanha de renegociação de dívida mas, antecipa o 13º salário. A instituição antecipa em sua linha de crédito até 100% do valor do salário a ser recebido pelo trabalhador. O Panamericano parcela o pagamento do empréstimo em planos de até 15 meses. E o primeiro pagamento pode ser feito com o prazo de até 45 dias. Os interessados em obter a linha de crédito devem apresentar RG, CPF, comprovante de residência e de renda em uma agência do PanAmericano. Nos links abaixo o consumidor encontra dicas para renegociar suas dívidas, dicas para retirar o nome da lista de devedores e os cuidados com empresas de reabilitação de crédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.