ANDRE DUSEK/ESTADAO
ANDRE DUSEK/ESTADAO

Financiamento do PPI contará com bancos privados, diz Meirelles

Ministro da Fazenda afirmou que taxa de retorno será determinada pelo mercado

Fernanda Guimarães e Altamiro Silva Júnior, O Estado de S. Paulo

26 Agosto 2017 | 17h22

O governo está trabalhando para que o programa de financiamento de investimentos seja atrativo para os investidores e que conte, dessa forma, com o financiamento dos bancos privados. "A taxa de retorno será determinada pelo mercado, o retorno será determinado na disputa e o concessionário buscará financiamento no mercado", declarou o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em discurso no Congresso Internacional de Mercados Financeiros e de Capitais, organizado pela B3, em Campos do Jordão.

Meirelles citou que o PPI é um programa muito sólido, com a participação de vários ministérios. "A formatação dos projetos do PPI é a parte mais demorada, depois vai ser rápido", afirmou.

O ministro disse que as reformas microeconômicas criarão ambiente favorável aos negócios. Entre tais medidas, o ministro lembrou que o texto final da Medida Provisória que regulamentará os distratos já está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). "A questão do distrato precisa ser resolvida para as empresas voltarem a trabalhar", disse Meirelles. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.