Financiamento imobiliário cresce 86,7% em julho e supera meta do CMN

As instituições financeiras elevaram os empréstimos imobiliários em 86,7% no mês passado, na comparação com julho de 2004, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). O volume de recursos atingiu R$ 519,4 milhões, contra R$ 278,2 milhões no mesmo mês de 2004.Em relação a junho deste ano, quando os bancos emprestaram R$ 361,6 milhões, o crescimento foi de 43,6%. No acumulado dos sete primeiros meses de 2005, o financiamento imobiliário alcançou R$ 2,554 bilhões, com evolução de 60,2% na comparação com os sete primeiros meses do ano passado (R$ 1,594 bilhão).Segundo a Abecip, a expansão de 86,7% nas operações no mês de julho de 2005 supera amplamente o aumento determinado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), "demonstrando o esforço que os agentes vêm realizando para ampliar o crédito".MetasO CMN fixou em 50% a meta de crescimento do financiamento imobiliário no segundo semestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2004. A meta de expansão definida para o primeiro trimestre deste ano foi de 30% e para o segundo trimestre, de 45%.De acordo com a Abecip, foram financiadas 5.573 unidades imobiliárias em julho, incremento de 27,3% em relação ao mesmo período de 2004. Em todo o ano passado, os bancos destinaram ao financiamento da casa própria R$ 3,060 bilhões. O montante, que foi o maior dos últimos anos, deverá ser facilmente superado em 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.