Financiamento imobiliário fica estável no 1º semestre

O montante de recursos destinados para financiamento imobiliário no País ficou praticamente estável no primeiro semestre deste ano, enquanto o volume total de imóveis financiados diminuiu, segundo pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

CIRCE BONATELLI, Agencia Estado

26 de julho de 2012 | 10h33

O financiamento imobiliário com recursos da poupança mostrou uma leve variação positiva de 0,1% no primeiro semestre de 2012 em comparação com igual período de 2011. No período, o montante de empréstimos atingiu R$ 37,043 bilhões, praticamente estável em comparação com os R$ 37,005 bilhões movimentados no período anterior.

Em junho, o volume financiado foi de R$ 7,416 bilhões, queda de 4,6% em comparação com igual ês do ano passado.

Nos últimos 12 meses encerrados em junho, o volume de financiamentos chegou a R$ 79,954 bilhões, equivalente a um avanço de 15,3% ante o período anterior. Os dados acumulados dos últimos 12 meses mostram que os financiamentos passam por uma desaceleração desde o início de 2012. Em janeiro, a alta acumulada em 12 meses foi de 39,6%, passando para 31,0% em março e 20,1% em maio.

Unidades - De acordo com a Abecip, o número de unidades financiadas apresentou queda de 9,3% no primeiro semestre de 2012 ante o primeiro semestre de 2011. Entre janeiro e junho, foram financiados 214,3 mil imóveis, ante 236,4 mil nos primeiros seis meses do ano passado.

Em junho, o número de imóveis financiados caiu 9,9% em relação ao mesmo mês de 2011, atingindo 41,8 mil unidades. No acumulado dos últimos 12 meses, o total de unidades financiadas ficou praticamente estável, em 470,7 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.