Finasa lança cartão crediário com bandeira Visa

A Finasa, financeira do Grupo Bradesco, lançou, nesta quarta-feira, o primeiro cartão crediário com bandeira do mercado. O cartão tem a bandeira Visa e pode ser usado em toda a rede de 900 mil estabelecimentos afiliados à marca em todo o País."Não se trata de um cartão de crédito, pois não tem data fixa para pagamento da fatura e não tem crédito rotativo", disse o diretor executivo da Finasa, José Renato Simão Borges. "É um cartão de crediário, para compras ou para saques em dinheiro", complementou.O novo produto tem limite de crédito predeterminado e permite o parcelamento das compras em até 12 vezes mensais, com prestações fixas, além de saques em dinheiro. Por ser um cartão crediário, o vencimento da primeira parcela será 30 dias após a compra, independentemente da data em que essa for realizada. O cartão não tem custo de anuidade."Bandeirado"A financeira já tinha um cartão crediário - chamado Finasa Total -, também com limite predeterminado e possibilidade de parcelamento, mas que só podia ser usado nos estabelecimentos parceiros da Finasa, pois não era "bandeirado". Com o novo plástico, os clientes poderão comprar não só nos 42 mil estabelecimentos comerciais parceiros da Finasa no País, como também na rede de 900 mil pontos afiliados à Visa.Segundo o executivo, inicialmente o crediário bandeirado será enviado aos clientes que já tinham o Finasa Total. O novo cartão substituirá o total de 1,9 milhão de plásticos Finasa Total (antigo Cartão Zogbi). "Depois começaremos a oferecê-lo para outros clientes, que já tenham um bom histórico de pagamento no relacionamento com a financeira", disse. A Finasa tem hoje 5,5 milhões de clientes no País.EstratégiaA iniciativa da Finasa está em linha com a estratégia do Bradesco de focar no crescimento do mercado de cartões neste ano, assim como de manter o avanço expressivo das operações de financiamento ao consumo, que foram um dos destaques da carteira do banco em 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.