Finlândia e Dinamarca entram em recessão

A recessão econômica - caracterizada tecnicamente por dois trimestres consecutivos de contração do Produto Interno Bruto (PIB) - atingiu a Finlândia e a Dinamarca e se aprofundou na Suécia durante o quarto trimestre do ano passado, de acordo com dados divulgados pelas agências oficiais de estatísticas desses países.O PIB da Finlândia sofreu declínio de 1,3% no quarto trimestre do ano passado em comparação ao terceiro trimestre, que já havia recuado 0,3% ante o trimestre anterior. "Se a recessão é definida por dois trimestres consecutivos de contração no volume do PIB, então a economia está em recessão", afirmou a agência nacional de estatísticas do país em um comunicado.No ano de 2008, o PIB finlandês cresceu 0,9%, menor avanço desde o início da década de 1990, acrescentou a agência. Em 2007, o PIB do país cresceu 4,2%. No caso da Dinamarca, a contração do PIB no quarto trimestre de 2008 foi de 2% em comparação ao trimestre anterior, de acordo com departamento de estatísticas do país. No terceiro trimestre, o PIB recuou 0,8%.A Dinamarca foi a primeira nação da União Europeia a entrar em recessão devido à crise de aperto na oferta de crédito, deflagrada em meados de 2007, mas a economia retomou o crescimento no segundo trimestre do ano passado, quando o PIB cresceu 0,4%.A Suécia, por sua vez, registrou contração econômica pelo terceiro trimestre consecutivo. De acordo com dados da agência de estatísticas do país, houve declínio de 2,2% no PIB durante o quarto trimestre de 2008 em relação ao trimestre anterior. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.