Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Fipe: aluguel e estacionamento sobem mais que inflação

O valor médio do aluguel em São Paulo acumulou alta de 3,53% nos primeiros dez meses de 2009 e superou a variação média da inflação no município, que foi de 3,17%, segundo informação divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) por meio do Índice de Preços ao Consumidor (IPC). No mesmo período, outro serviço cujo comportamento chamou a atenção do coordenador do indicador, Antonio Evaldo Comune, foi o de estacionamento, cuja alta acumulada foi ainda mais expressiva, de 10,5%.

FLAVIO LEONEL, Agencia Estado

04 de novembro de 2009 | 17h14

"Só em outubro, o preço do estacionamento subiu 4,44%", disse Comune, durante entrevista à imprensa para o detalhamento do IPC de outubro de 0,25%, apurado pela Fipe. Nos últimos 12 meses até outubro, a alta do estacionamento foi de 13,13%, enquanto a variação do indicador geral de inflação foi de 3,74%.

Para o coordenador, o aumento do estacionamento é mais uma preocupação para os proprietários de veículos da capital paulista, que viram os preços dos combustíveis avançarem no mês passado: o álcool subiu 15,29% e a gasolina variou 1,45%. Outros gastos maiores ligados a veículos captados pelo IPC da Fipe em outubro foram serviço de reparo no veículo, cuja alta foi de 0,58% no mês passado, e seguro de veículo, que apresentou aumento de 0,50%.

Quanto ao aluguel, que está ligado ao grupo Habitação no IPC, o valor apurado pela Fipe aumentou 0,35% em outubro, mantendo uma tendência de variação que foi observada em setembro, quando a alta foi de 0,33%. Em 12 meses até outubro, a elevação acumulada foi de 4,36%, também superior à media da inflação na capital paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoaluguelestacionamentoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.