Fipe eleva projeção de inflação em SP para 4,5% no ano

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) elevou sua projeção para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) em 2008, de 4,10% para 4,50%. A informação foi dada pelo coordenador do índice, Márcio Nakane, durante entrevista coletiva à imprensa para detalhar o aumento de 0,54% dos preços na cidade de São Paulo no mês passado. Até então, Nakane projetava uma taxa de 0,51% para o IPC-Fipe de abril.O coordenador explicou que sua nova previsão de inflação para este ano incorpora um aumento de 9% do grupo Alimentação. Contudo, ele alerta para a possibilidade de o IPC-Fipe encerrar o ano em 5%. Isso porque, na opinião de Nakane, também é grande a possibilidade de o grupo Alimentação fechar este ano reunindo um aumento de 10% a 11%. Isso não é impossível de acontecer, de acordo com Nakane, porque nos últimos 12 meses até abril o grupo Alimentação acumula uma alta de 12,32%. No que se refere aos grupos que compõem o IPC-Fipe, o coordenador do índice previu as seguintes altas: Habitação, 1,75%; Alimentação, 9%; Transportes, 5%; Despesas Pessoais, 4,8%; Saúde, 6,2%; Educação, 5,5%; e Vestuário, estabilidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.