Fipe mantém previsão de inflação para dezembro

A mudança da composição inflacionária, detectada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), indica que a média dos preços deverá subir até o final do mês, segundo afirmou o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe, Paulo Picchetti. Na segunda quadrissemana do mês, a inflação na cidade de São Paulo subiu 0,18%, a mesma taxa registrada na quadrissemana anterior, mas a abertura do índice mostra uma mudança no comportamento dos preços. De acordo com Picchetti, isso consolida a sua expectativa de que o IPC-Fipe fechará o mês de dezembro em 0,30%. Para o ano, ele mantém a previsão de 4,5%.O IPC da Segunda quadrissemana ficou dentro da margem prevista pelas instituições consultadas pela Agência Estado, que estimavam uma variação entre 0,10% e 0,25%. A maior alta do período foi Vestuário, que subiu 0,80%, variação bem acima da registrada na pesquisa anterior, que foi de 0,44%.O item Alimentação teve elevação de 0,46%, inferior ao apurado na primeira quadrissemana do mês, quando a alta foi de 0,54%. O grupo Transportes registrou aumento de 0,37% no período pesquisado, pouco acima do 0,32% do levantamento divulgado na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.