carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Fipe mantém projeção para IPC de 2004 em 6,5%

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) manteve hoje a projeção de inflação para 2004 em 6,5%, segundo informou o coordenador do Índice, Paulo Picchetti. De acordo com ele, a manutenção se deve à expectativa de que dezembro encerrará com inflação de 0,60%. Ele ressaltou, contudo, esta estimativa ficará condicionada ao comportamento dos preços dos combustíveis na ponta do consumidor.Segundo levantamento realizado pela Fundação com aproximadamente 20 estabelecimentos, nos quatro dias após a entrada em vigor do reajuste de 4,2% concedido pela Petrobras para as refinarias, o aumento médio da gasolina na bomba ficou em 5,6%."Pela primeira vez este ano, a Petrobras não anunciou sua estimativa de repasse de preço para o consumidor. E sabemos que historicamente o preço para o varejo é reajustado em 80% do aumento concedido nas refinarias. Desta vez, no entanto, verificamos um repasse superior à média", considerou.Picchetti salientou que foram verificados aumentos de até 12,5%. Ele disse ainda que é sabido que a concorrência entre os postos de gasolina pode ser responsável por uma diminuição deste porcentual ao longo do tempo. "Mas a queda resultante desta concorrência vai demorar algum tempo, provavelmente nem será vista ainda em dezembro", disse o coordenador da Fipe.Incertezas sobre preço dos combustíveisCom relação ao comportamento dos preços dos combustíveis nos próximos meses, Picchetti disse que ainda é difícil fazer um prognóstico já que "há muito ruído e pouca informação" por parte do governo, referindo-se aos pronunciamentos da ministra Dilma Rousseff e do diretor-financeiro da Petrobras, Sérgio Gabrielli. "Um deles falou que não virá mais aumento até o final do ano. O outro disse que os preços se manterão até o início do ano que vem, mas quando perguntado até que período haverá estabilidade, eles dão respostas vagas", criticou Picchetti.

Agencia Estado,

03 de dezembro de 2004 | 12h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.