Fipe mantém projeção para IPC em novembro de 0,50%

A desaceleração da inflação na cidade de São Paulo confirma a existência de uma clara tendência de queda dos preços ao consumidor, segundo define o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Paulo Picchetti, ao comentar o Índice de 0,44% na terceira quadrissemana de novembro ante uma alta de 0,53% na segunda medição do mês.Ocorre porém, diz Picchetti, que esta tendência está sendo minada por pressões pontuais que o levam a manter a previsão de uma inflação de 0,50% para novembro, mesmo com a desaceleração de 0,09 ponto porcentual do índice da segunda para a terceira quadrissemana do mês.A distorção, de acordo com Picchetti, vem dos alimentos in natura, que na quadrissemana subiram 4,70% e que na ponta - terceira semana de novembro comparativamente a mesma em outubro - vem se acelerando muito. Estavam em 6,7% na segunda semana em relação a mesma do mês passado e agora na terceira subiu para 7,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.