Fipe prevê inflação de 4% este ano em SP

O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) da Universidade de São Paulo, Márcio Nakane, mantém sua projeção de que a inflação em 2008 na cidade de São Paulo ficará em 4%. Para este cálculo, ele havia considerado uma alta de 0,66% para o índice em janeiro, mas hoje elevou sua estimativa para o período, para 0,85%. "Talvez seja o caso de revisar este número após a primeira divulgação fechada de 2008", considerou o coordenador, lembrando, no entanto, que a projeção de 2007 só foi alterada no meio do ano.Nakane acredita que a demanda seguirá aquecida em 2008, ainda por conta do aumento do crédito do emprego e da renda e que o Banco Central estará atento a pressões de preços. "Não podemos esquecer que o BC está olhando para isso e é até provável que a taxa Selic suba no segundo semestre deste ano", disse.Ele ressaltou que, dependendo do comportamento dos preços na primeira metade do ano, a alta da taxa de juros poderá até vir antes, no primeiro semestre. Mesmo assim, ele acredita que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo IBGE e que serve de referência para o regime de metas de inflação do BC, encerrará o ano com uma taxa de 4,5%. "Este ano, o cenário não está tão tranqüilo para a inflação", avaliou.Entre os pontos de incerteza, Nakane destacou a possibilidade de um racionamento de energia elétrica e fatores climáticos, que costumam interferir diretamente sobre os preços dos alimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.