Fipe prevê IPC fechado de abril de 0,15% a 0,20%

A desaceleração no ritmo de alta da taxa de inflação na cidade de São Paulo na primeira quadrissemana de abril (período de 30 dias encerrado no último dia 7) surpreendeu o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Paulo Picchetti. O índice fechou em 0,06%, mostrando uma desaceleração de 0,19 ponto porcentual em relação à taxa de 0,25% na primeira quadrissemana de março, e de 0,06 ponto porcentual diante a variação de 0,12% no fechamento do mês passado.Apesar da surpresa, Picchetti trabalha com uma taxa de inflação positiva entre 0,15% e 0,20% para o fechamento de abril. Ele até admite uma pequena deflação no decorrer do mês, com possibilidades de o registro ser feito já na segunda quadrissemana, mas adianta que isto não será suficiente para alterar a tendência da inflação.Diante disto, o economista mantém sua previsão para o ano de 5,5% a 6%. "Não tem informações novas para rodar o meu modelo de inflação de forma a alterar a previsão para o ano", disse Picchetti, acrescentando que depois de ter em mãos mais dados da economia referente ao primeiro trimestre já terá condições para avaliar melhor sua projeção de inflação para 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.