Fipe reduz estimativas de inflação para agosto

O coordenador da Pesquisa de Preços da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Heron do Carmo, reduziu em 0,20 ponto porcentual a sua previsão de inflação para o mês de agosto, de 0,80% para 0,60%. Segundo ele, a projeção anterior deixava uma margem para uma eventual autorização por parte do governo do Estado de um reajuste para a tarifa de água e esgoto.De acordo com Heron, como o mês de agosto já está quase na sua metade e até agora o reajuste da Sabesp não foi autorizado, um eventual aumento daqui para frente só influenciará o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) na virada do mês. O economista acredita que se a CPI da Sabesp for mesmo levada adiante, uma elevação na tarifa de água e esgoto poderá ser bem abaixo da inflação. Além disso, diz ele, os preços como um todo estão mostrando queda ou estabilidade - movimento que é ratificado pela manutenção do núcleo do IPC-Fipe, em torno de 0,20%.O economista ressalta ainda que os núcleos que têm se mantido estáveis excluem produtos cuja variação tem sido negativa. Entre eles estão os alimentos, que fecharam a primeira quadrissemana de agosto (período de 30 dias encerrado no último dia 7) com queda de 0,52%, combustíveis álcool, com menos 10,93%, e gasolina, com menos 1,42%. "Se esses produtos entrassem no cálculo do núcleo, a trajetória de inflação era de uma queda ainda maior", disse.A expectativa do coordenador do IPC-Fipe é que, por algum tempo e ainda que numa velocidade menor, o preço dos alimentos continuem a apresentar queda. No caso dos combustíveis, ele acredita que possa haver uma reversão até o final do mês. Por isso, a sua expectativa para a inflação de agosto é de 0,60%. Para o ano, Heron do Carmo cortou em 0,50 ponto porcentual a sua estimativa de inflação, de 8% para 7,5%. A projeção de inflação para 2003 no começo do ano era de 9,5%.

Agencia Estado,

12 de agosto de 2003 | 13h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.