Fipe reduz previsão do IPC de outubro para 0,16%

O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), Márcio Nakane, diminui hoje, de 0,24% para 0,16%, a projeção para a inflação na capital paulista para o final de outubro. Para 2007, Nakane manteve a previsão de alta de 4,1% para a inflação paulistana. Nos últimos 12 meses até o levantamento da segunda quadrissemana de outubro, o IPC acumulou alta de 4,74%.Em entrevista à Agência Estado, ele explicou que modificou a previsão para o indicador no mês por causa do atual cenário de inflação mais baixa no município e, principalmente, por conta da forte desaceleração observada no grupo Alimentação.Hoje, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) informou que o IPC subiu 0,19% na segunda prévia do mês (últimos 30 dias encerrados em 15/10) ante 0,26% da primeira prévia (30 dias terminados em 07/10). AlimentaçãoQuanto à Alimentação, a Fipe divulgou que o grupo passou de uma elevação de 0,61% para 0,39% no período analisado. Foi a sétima desaceleração de alta consecutiva dos alimentos desde a terceira quadrissemana de agosto, quando a variação foi de 1,56%, pico do aumento de preços do grupo.Segundo Nakane, o atual comportamento do grupo reflete, principalmente, os grandes impactos de preços de segmentos que anteriormente puxavam o IPC para cima e que, agora, exercem uma força contrária. "Os segmentos de Leites, Carnes Bovinas e Derivados de Leite saíram definitivamente da nossa lista de preocupação e ajudam agora a inflação", salientou.

FLAVIO LEONEL, Agencia Estado

18 de outubro de 2007 | 13h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.