Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fipe reduz projeção do IPC de fevereiro para 0,16%

A inflação para o mês de fevereiro medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) deverá fechar em 0,16%, previu hoje o coordenador do índice, Márcio Nakane. Essa nova expectativa representa uma revisão da posição feita anteriormente, que apontava para um aumento médio dos preços na capital paulista de 0,25% este mês.O coordenador do IPC disse não ter sido pego de surpresa com a taxa de inflação de 0,16% apurada na terceira prévia de fevereiro e que já teria feito essa revisão na leitura anterior do índice, quando o IPC recuou de 0,30% para 0,22%.Nakane manteve sua projeção de inflação para o ano em 4% e afirmou que essa taxa está próxima das projeções do mercado expressas pela pesquisa Focus, divulgada pelo Banco Central, que já oscila ao redor desse porcentual.O IPC-Fipe acumulado no período de 12 meses até a terceira prévia de fevereiro está em 4,15%. Esta é a menor taxa apurada nesta comparação desde o fechamento de maio de 2007, quando a inflação em 12 meses somava 3,98%.GruposPela abertura por grupos, Nakane também promoveu revisões nas suas expectativas para o mês de fevereiro. O Grupo Habitação sofreu uma ligeira aceleração de uma expectativa de 0,29% na primeira prévia desse mês, para 0,30%. O Grupo Alimentação, para o qual a projeção de Nakane era de 0% em fevereiro, foi revisado para -0,04%. Redução maior recebeu o Grupo Transportes, cuja expectativa anterior de 0,83% e agora caiu para 0,44% no fechamento do mês.O Grupo de Despesas Pessoais, segundo a nova projeção do economista, deverá fechar ao final de fevereiro com uma variação negativa de 0,30%, ante 0,10% na projeção feita no começo do mês. O Grupo Saúde saiu de alta prevista de 0,50% para 0,46%.O Vestuário, na mão contrária do Grupo Transportes, saiu de uma deflação de 0,70% prevista, para uma taxa de 0% no fechamento deste mês. Finalmente, para o Grupo Educação, Nakane projeta uma inflação mensal de 0,24%, de uma previsão anterior de 0,22%.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2008 | 12h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.