finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fipe: relação etanol/gasolina é estável na 2ª semana

A relação entre o preço do etanol e o da gasolina estacionou em 65,29% na segunda semana deste mês, depois de ficar em 65,39% na leitura passada, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado é inferior ao apurado na segunda semana de outubro de 2012 (66,78%) e também da mesma época de 2011 (69,96%).

MARIA REGINA SILVA, Agencia Estado

17 de outubro de 2013 | 14h40

"Ficou praticamente estável. Já vinha subindo nas últimas semanas. Pode ser que suba um pouco mais com o fim da safra de cana, mas a relação deve ficar abaixo das registradas em 2011 e 2012. O etanol deve continuar vantajoso", estimou o economista e coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe, Rafael Costa Lima.

Para especialistas, o uso do etanol deixa de ser vantajoso em relação à gasolina quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor da gasolina. A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do motor a etanol é de 70% do poder dos motores a gasolina. Entre 70% e 70,50%, é considerada indiferente a utilização de gasolina ou etanol no tanque.

Em outro levantamento, a Fipe constatou que o preço do álcool combustível subiu 0,84% na segunda quadrissemana do mês (últimos 30 dias terminados na terça-feira) ante 0,28%. Já a gasolina teve alta de 0,15%, após aumento de 0,07% na primeira leitura de outubro. Na mesma pesquisa, o instituto informou que a inflação na capital paulista acelerou a 0,37% na segunda medição do mês, de 0,29% anteriormente.

Tudo o que sabemos sobre:
IPC-Fipeetanol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.