Fipe revisa para cima projeção do IPC de abril

O coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Paulo Picchetti, ajustou para cima sua projeção de inflação para o fechamento de abril. No início do mês, ele esperava uma taxa de 0,15% a 0,20%. Mas, com o resultado do IPC da 3ª quadrissemana, divulgado hoje (veja no link abaixo), ele acredita que o índice encerre abril na ponta de cima, em 0,20%. "A inflação subiu um pouco mais rápido do que o esperado", comentou Picchetti.Ele espera que o grupo Alimentação, que registrou deflação de 0,51% na 3ª quadrissemana do mês, atinja a estabilidade na próxima semana. "Alimentação não vai se manter em baixa, porque já percebemos algumas elevações de preços na ponta ao consumidor, como açúcar; feijão; laranja e tomate", disse.O item carnes, segundo o coordenador, ainda apresenta queda na ponta ao consumidor. O avanço do preço da batata na 3ª quadrissemana do mês (8,27%), de acordo com Picchetti se deve a um fenômeno isolado. "Grandes redes de supermercados terminaram as promoções para este produto, e isto interferiu nos preços gerais."Outro item que deve contribuir para a elevação da inflação no final do mês é "remédios", que foi reajustado no último dia 31 de março influenciando à alta de 2,37% na 3ª quadrissemana do mês. Para o ano, o coordenador mantém a previsão de 5,5% à 6% do IPC. Ele disse que apenas fará uma nova projeção para 2004 depois de ter em mãos dados da produção industrial brasileira, que deverão ser divulgados em aproximadamente 10 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.