Fipe revisa previsão de inflação para 0,12% no mês

O coordenador da pesquisa de preços da Fipe, Márcio Nakane, revisou ontem sua expectativa para a inflação de outubro na cidade de São Paulo de 0,16% para 0,12%. Segundo ele, a revisão considera a continuidade da desacelaração da média de preços na Capital, conforme registrado na terceira quadrissemana do mês, quando o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe fechou em 0,15%, no piso das expectativas apuradas pelo AE Projeções (de 0,15% a 0,25%) ante 0,19% na quadrissemana anterior, e de 0,26% na primeira parcial do mês.Só energia elétrica, que fechou a quadrissemana em referência com uma queda de 1,55%, chegará ao fim do mês, segundo as expectativas de Nakane, com deflação de 3%.No caso do grupo Alimentação, o economista da Fipe se baseia na trajetória de desaceleração dos preços que vem desde o fechamento de agosto, quando caiu de alta de 1,56% na terceira quadrissemana para 1,46% naquele mês. Desde então, os alimentos vêm desacelerando o ritmo de alta de seus preços de forma encadeada. Recuou para 1,42% na primeira quadrissemana de setembro; para 1,17%, na segunda; para 0,79%, na terceira e para 0,68% no fechamento do mês. Abriu outubro com 0,61%, desacelerou 0,39% na segunda parcial e para 0,31% agora na terceira quadrissemana.Para o fechamento do ano, o economista mantém, por enquanto, a projeção do IPC-Fipe de 4,1%, mas, segundo ele, é muito provável que na próxima semana, quando for divulgada a inflação de outubro, a Fipe revise para baixo a inflação anual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.