Fipe revisa previsão do IPC de outubro para 0,12%

O coordenador da pesquisa de preços da Fipe, Márcio Nakane, revisou sua expectativa para a inflação de outubro na cidade de São Paulo para 0,12%, ante a previsão anterior de 0,16%. De acordo com ele, a revisão considera a continuidade da desacelaração da média de preços na capital, conforme foi registrado na terceira semana de outubro, quando o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe fechou em 0,15%, ante 0,19% na semana anterior, e de 0,26% na primeira parcial do mês. Energia elétrica, que caiu 1,55% na terceira semana, deve chegar ao final do mês, segundo Nakane, com deflação de 3%.No caso dos preços do grupo de produtos de Alimentação, o economista da Fipe se baseia na trajetória de desaceleração que vem desde o final de agosto. Para o final do ano, o economista da Fipe mantém, por enquanto, a projeção do IPC de 4,1%, mas é provável que na próxima semana, quando for divulgada a inflação mensal de outubro, a Fipe revise para baixo a inflação no ano. Isso porque, segundo o economista, apesar de as vendas do Natal prometerem serem muito boas, a demanda mais forte recairá sobre os produtos dos segmentos duráveis e semi-duráveis que vêm sofrendo a concorrência dos importados, dado a baixa cotação do dólar. Nesses dois segmentos, destacam-se eletrodomésticos e eletroeletrônicos e roupas e calçados.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agencia Estado

26 de outubro de 2007 | 12h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.