Firjan aponta queda de 12,8% nas vendas em julho

As vendas da indústria fluminense caíram 12,8% em julho ante igual mês do ano passado, segundo divulgou hoje a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). As quedas mais significativas ocorreram nos segmentos de perfumaria (-32,3%); químico (-21,47%); metalúrgico (-17,01%) e material plástico (-15,91%). Os indicadores das vendas reais foram positivos, entretanto, na comparação de julho com junho deste ano (2,4% com ajuste sazonal) e no acumulado de janeiro a julho ante igual período do ano passado (4%). O índice de utilização na capacidade instalada permaneceu praticamente inalterado em julho, atingindo 78,53%. Houve queda de 2,6% no número de ocupado na indústria do Rio, em julho ante julho/2002. Segundo o departamento de economia na Firjan, poderá ocorrer uma "retomada moderada" da indústria fluminense, a partir do último trimestre deste ano, especialmente por causa da expectativa de queda das taxas de juros e da recomposição do crédito, além de alguma recuperação no rendimento dos trabalhadores.

Agencia Estado,

01 de setembro de 2003 | 15h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.