Firjan lamenta decisão do Copom

A Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou nota na qual "lamenta a decisão tomada pelo Copom" de elevação da taxa básica de juros para 21%. Para a instituição, "os efeitos da medida tendem a ser limitados, tanto sobre a inflação, quanto sobre a demanda por dólar, e a decisão contribuirá para aprofundar a deterioração da relação dívida/PIB e reduzir a probabilidade de moderada recuperação do nível de atividade ao final do ano". A nota assinada pela diretoria da Firjan lembra que a elevação dos juros ocorre simultaneamente aos "sinais de estagnação do nível de atividade" e às restrições e encarecimento da oferta de crédito resultantes das medidas anunciadas pelo Banco Central na última sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.