Fiscais agropecuários entram em greve

Os fiscais federais agropecuários, responsáveis pela inspeção de todos os produtos animais e vegetais que entram e saem do País, decidiram nesta segunda-feira entrar em greve por tempo indeterminado. A categoria reivindica a reestruturação da carreira ? o que implica num reajuste salarial médio de 30% ?, a realização de concurso para ampliar o quadro funcional dos atuais 2.670 fiscais para cerca de 4 mil e mais recursos para a fiscalização. A avaliação do comando de greve é que a adesão dos fiscais à paralisação atingiu cerca de 90%. O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, não informou sobre a adesão à greve, mas disse ela coloca em risco o embarque e o desembarque de produtos alimentícios, prejudicando o saldo da balança comercial. ?É preocupante uma greve, principalmente por causa das nossas exportações e dos serviços fitossanitários nas importações, mas estou confiante de que as negociações vão avançar e tudo se resolverá rapidamente?, afirmou.

Agencia Estado,

15 Março 2004 | 20h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.