Fisher, do Fed, diz a canal de TV que deseja 1ª alta do juro no 2º tri de 2015

O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, deveria começar a elevar as taxas de juros do país na primavera do hemisfério norte, ou seja, no segundo trimestre do próximo ano, mais cedo do que muitos investidores esperam atualmente, e deveria fazer isso lenta e gradualmente, afirmou nesta sexta-feira o presidente do Fed de Dallas, Richard Fisher.

REUTERS

19 de setembro de 2014 | 12h03

"Eu pessoalmente gostaria de ver, a data da nossa primeira ação, pessoalmente espero que aconteça na primavera e não no verão, já que parece que os mercados estão descontando", disse Fisher em entrevista ao canal de TV Fox Business Network.

Seria um erro, disse ele, esperar demais para elevar os juros e então precisar elevá-los rapidamente, podendo levar a economia norte-americana para outra recessão.

"Acho que deveria ser em incrementos trimestrais, devagares e deliberados", disse ele sobre o caminho de altas dos juros pelo Fed.

Fisher, que foi um dos dissidentes na reunião de política monetária do Fed nesta semana, afirmou que não está preocupado com a inflação agora, mas que já está vendo pressões salariais no Texas e alertou que a mesma coisa pode acontecer nacionalmente.

(Reportagem de Ann Saphir)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUAFISHER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.