Fitch alerta para BC do Brasil manter atenção à inflação

No relatório que explica os motivos para ter mantido os ratings de longo prazo do Brasil em BBB, a agência de classificação de risco Fitch afirma que a inflação no País continua a desacelerar, após o pico atingido em setembro de 2011. Mas alerta que a autoridade monetária deve ficar atenta.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

26 de julho de 2012 | 18h01

"As pressões inflacionárias podem ressurgir com o fortalecimento da recuperação econômica, o que destaca a necessidade de o banco central permanecer vigilante contra tais riscos, ancorar melhor as expectativas de inflação e manter a credibilidade do seu regime de metas de inflação", diz o relatório.

A Fitch lembra que o Banco Central tem cortado agressivamente a taxa básica de juros, em meio a um cenário de baixa inflação, elevados níveis de incerteza na economia global e a frágil atividade doméstica. "As taxas de juro reais e nominais estão em níveis historicamente baixos. A Fitch acredita que a melhor combinação de políticas fiscais e monetárias terá de ser sustentada para manter os juros baixos". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
FitchBrasilrating

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.