Fitch: Brasil faz progressos rumo ao grau de investimento

O Brasil está, juntamente com o Peru, a Colômbia e o Panamá, entre os países latino-americanos que estão consolidando sua estabilidade macroeconômica e fazem progressos para atingir o grau de investimento, afirma a agência de classificação de risco de crédito Fitch, em relatório intitulado "Perfis divergentes de crédito: Uma história de Duas Américas", divulgado hoje. Segundo a agência, na outra ponta na América Latina estão Argentina, Bolívia, Equador e Venezuela, que estão implementando políticas heterodoxas, que aumentam os risco de médio prazo de sua perspectiva econômica. "Na visão da Fitch, isto poderá resultar em maior divergência entre a qualidade de crédito soberano no médio prazo, especialmente na ausência de melhora no quadro político na segunda lista de países", afirma a agência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.