Fitch coloca ratings da Repsol em observação negativa

Agência de classificação de risco anunciou decisão depois de o governo da Argentina afirmar que vai expropriar a unidade local da empresa espanhola, a YPF

Danielle Chaves, da Agência Estado,

17 de abril de 2012 | 11h42

A agência de classificação de risco Fitch colocou os ratings da Repsol em observação com implicações negativas, depois de o governo da Argentina anunciar ontem que vai expropriar a unidade local da empresa espanhola, a YPF. A Repsol é classificada com BBB pela agência.

A Fitch é a primeira grande agência de risco a agir sobre a controladora da YPF. Analistas haviam alertado que a perda da subsidiária argentina teria um impacto significativo sobre as reservas e a produção de petróleo da Repsol, afetando os ratings da empresa.

Segundo a Fitch, a decisão reflete as potenciais implicações que a expropriação da YPF pode ter para a empresa, que, em parte, dependerão da compensação que a Repsol pode receber pela fatia que detém na unidade argentina. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
FitcRepsolratingYPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.