Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Fitch eleva perspectiva de Portugal, perto de grau de investimento

A agência de classificação de risco Fitch elevou sua perspectiva da classificação da dívida de Portugal de "negativo" para "positivo" nesta sexta-feira, citando o forte progresso do país em cortar seu déficit orçamentário, a retomada do acesso a mercados e à melhora do crescimento econômico.

AXEL BUGGE, Reuters

11 de abril de 2014 | 10h24

A agência, no entanto, disse também que Portugal deve buscar uma linha de crédito preventiva com seus bancos quando deixar seu resgate internacional.

A Fitch manteve a classificação de Portugal em "BB+", um nível abaixo do grau de investimento. A Fitch tem a classificação mais elevada entre as principais agências para o país, e a alteração da perspectiva deixa Portugal mais próximo de reconquistar grau de investimento.

"As condições de financiamento fiscal de Portugal melhoraram visivelmente desde a revisão de classificação anterior feita pela Fitch em outubro de 2013, e o país efetivamente reconquistou acesso ao mercado", disse a Fitch.

Sobre a linha de crédito preventiva, a Fitch disse que Portugal deve optar por uma quando o resgate terminar para se proteger contra riscos.

"Apesar da melhora nas condições de financiamento, a Fitch acredita que assegurar uma linha de crédito por precaução será benéfica para se proteger contra riscos, embora não seja a expectativa da agência nem um fator importante à classificação", disse a agência.

O governo português disse que decidirá pouco antes do encerramento do resgate, em maio, se vai buscar um empréstimo preventivo com credores.

Tudo o que sabemos sobre:
MACROPORTUGALFITCHUPGRADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.