Fitch monitora instituições após intervenção no Banco Santos

Em nota divulgada hoje, a Fitch Ratings disse acreditar que os pontos que levaram o Banco Central a intervir no Banco Santos "são únicos àquele banco e, como resultado, a Fitch acredita que a agência reguladora continuará a monitorar e a acompanhar a solidez financeira do sistema". O texto destaca que, devido às incertezas, os investidores tendem a reduzir sua tolerância ao risco e podem realocar depósitos, canalizando aqueles recursos para instituições cujo perfil de crédito é considerado mais forte, assim como para bancos que se beneficiem do suporte implícito por parte do governo federal ou de acionistas fortes. "Esse risco é particularmente acentuado entre os bancos pequenos e médios, que normalmente apresentam uma concentração importante de passivos, o que os torna mais vulneráveis à chamada ´fuga para a qualidade´", aponta a nota. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.