Floris responde à acusação feita pelo Bank of America

O ex-sócio do Banco Liberal Aldo Floris respondeu nesta terça-feira em nota à imprensa à acusação de desvio de US$ 38 milhões feita pelo Bank of America, que entrou com processo na Justiça novaiorquina nesta segunda-feira contra os ex-donos da instituição brasileira e outras empresas.Segundo Floris, a venda do Banco Liberal ao Bank of America ocorreu em três transações, todas acompanhadas por fiscalizações e auditorias internas e externas. Floris também disse na nota que os tribunais americanos "resgatarão a seu tempo a verdade". Além de Floris, estão sendo também acusados o ex-presidente do Banco Central Antonio Carlos Braga Lemgruber e Lauro Alberto de Lucca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.