finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Fluxo cambial de agosto fica negativo em US$ 579 milhões

O fluxo cambial de agosto ficou negativo em US$ 579 milhões, segundo informações divulgadas hoje pelo Banco Central (BC). O resultado, apesar de negativo, é melhor que o registrado em julho, quando as saídas de recursos do país superaram os ingressos em US$ 816 milhões. No acumulado do ano, o saldo ainda está positivo em US$ 4,571 bilhões, contra os US$ 3,559 bilhões de igual período do ano passado. O destaque negativo foi o comportamento das contas de não residentes no país (CC5), que registraram um fluxo negativo em US$ 2,110 bilhões em agosto. É o pior resultado mensal registrado pelo BC desde o início do governo Lula para as CC5. No ano, o saldo negativo destas contas está acumulado em US$ 3,649 bilhões, um valor superior aos US$ 1,361 bilhão de mesmo período do ano passado.O fluxo do segmento financeiro do mercado de câmbio teve no mesmo mês de agosto um saldo negativo de US$ 563 milhões. O valor é o menor desde os US$ 494 milhões de fevereiro do corrente ano. Apesar disso, o valor acumulado das saídas ao longo do ano corresponde a US$ 17,561 bilhões, contra os US$ 11,968 bilhões de igual período de 2003.O segmento comercial, por sua vez, teve um resultado positivo de US$ 2,095 bilhões no mês passado. Apesar de positivo, o valor é o menor desde os US$ 1,719 bilhão de saldo positivo alcançado em fevereiro deste ano, mês marcado por um menor número de dias úteis. No período de janeiro a agosto, o fluxo positivo do comercial está acumulado em US$ 25,781 bilhões, contra os US$ 16,928 bilhões de igual período do ano passado.

Agencia Estado,

08 de setembro de 2004 | 14h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.