Fluxo cambial de maio foi positivo em US$ 614 milhões

O fluxo cambial (diferença entre o que entra e sai de dólar no País) fechou o mês de maio positivo em US$ 614 milhões. O valor divulgado hoje pelo Banco Central é menor que os US$ 1,825 bilhão de abril, mas é melhor que os US$ 1,313 bilhão de saída líquida registrada em maio do ano passado. No período de janeiro a maio deste ano, o fluxo cambial está positivo em US$ 1,894 bilhão, contra a perda de US$ 2,744 bilhões em igual período do ano passado.As contas de não-residentes (CC5) tiveram em maio um ingresso líquido de US$ 74 milhões, contra a saída de US$ 272 milhões em abril. No período de janeiro a maio, a CC5 registra uma saída líquida de recursos de US$ 1,155 bilhão. Em igual período do ano passado, a saída das CC5 estava acumulada em US$ 1,976 bilhão.As contratações de câmbio para exportação em maio somaram US$ 6,692 bilhões e o das importações ficou em US$ 3,524 bilhões. Em abril, as contratações para exportação tinham sido de US$ 6,908 bilhões e as de importação foram de US$ 3,991 bilhões.O BC informou que a posição de câmbio vendida dos bancos caiu em maio para US$ 1,842 bilhão. Esse indicador mostra que os bancos estão ofertando menos recursos para o mercado de câmbio, porque há maior oferta no mercado. Este é o menor valor já registrado pelo BC desde setembro do ano passado, quando a posição vendida ficou em US$ 1,721 bilhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.