Fluxo cambial fechou agosto positivo em US$ 1,330 bi

O fluxo cambial de agosto foi positivo em US$ 1,330 bilhão. O valor divulgado hoje pelo Banco Central (BC) é o maior desde abril último, quando houve um ingresso líquido de recursos externos no País de US$ 1,825 bilhão. As contas de não residentes (CC5) registraram uma saída líquida de US$ 91 milhões no mês passado, ante US$ 110 milhões de julho. No período de janeiro a agosto, o fluxo cambial está positivo em US$ 3,549 bilhões, ante resultado negativo de US$ 7,277 bilhões de igual período do ano passado.As contratações de câmbio para exportação em agosto ficaram em US$ 5,904 bilhões e as de importações somaram o equivalente a US$ 3,742 bilhões, gerando com isso um saldo positivo de US$ 2,162 bilhões no mês de agosto. Em julho, o volume de contratações para exportação tinha sido de US$ 7,241 bilhões e o das importações correspondeu a US$ 3,802 bilhões, um saldo positivo para exportações de US$ 3,439 bilhões. No período de janeiro a agosto, o câmbio comercial está com um saldo positivo acumulado de US$ 16,928 bilhões, ante US$ 13,028 bilhões de igual período do ano passado.Fluxo financeiroO fluxo financeiro, por sua vez, ficou negativo em US$ 740 milhões no mês de agosto. O valor é o menor já registrado pelo BC desde janeiro deste ano, quando o fluxo financeiro havia ficado negativo em apenas US$ 97 milhões. No acumulado de janeiro a agosto, o fluxo financeiro está negativo em US$ 12,018 bilhões, ante US$ 14,841 bilhões de igual período do ano passado. Os ingressos de recursos oriundos de operações financeiras foram de US$ 5,831 bilhões em agosto e as saídas ficaram em US$ 6,572 bilhões. Durante o mês de julho, as entradas foram de US$ 5,939 bilhões e as saídas somaram o equivalente a US$ 7,988 bilhões.

Agencia Estado,

03 de setembro de 2003 | 13h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.