Fluxo cambial fica negativo em US$ 3,7 bi até dia 17

Saldo comercial não foi suficiente para compensar o aumento na saída de recursos financeiros do País

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

22 Outubro 2008 | 14h52

O saldo comercial - resultado das exportações menos as importações - não foi suficiente para compensar o aumento na saída de recursos financeiros do Brasil nos primeiros dias de outubro, em decorrência da piora da crise financeira. Segundo o Banco Central, o fluxo cambial em outubro está negativo em US$ 3,751 bilhões no acumulado do mês até o dia 17 - valor gerado pela contribuição negativa do setor financeiro de US$ 5,001 bilhões. Apesar de o BC ter promovido diversos leilões de venda da moeda americana nas últimas semanas, a autoridade monetária não tem conseguido conter a alta do dólar. Às 15h06 (de Brasília), a moeda subia 6,53%, cotado a R$ 2,382, na máxima do dia.   Veja também: Governo autoriza estatização de instituições privadas no País Íntegra da MP no Diário Oficial  Pacote para construção civil envolverá BNDES e Caixa Conheça outro caso de intervenção do governo em construtoras Consultor responde a dúvidas sobre crise   Como o mundo reage à crise  A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise     Na conta do fluxo cambial, são incluídos os movimentos para aplicações em ações e títulos e remessas de lucros e investimentos. Segundo o BC, o resultado negativo do setor financeiro foi gerado pelas saídas que somaram US$ 20,791 bilhões e foram superiores às entradas, que totalizaram US$ 15,790 bilhões no mesmo período.   Na conta comercial, o acumulado do mês até o dia 17 registrou resultado positivo de US$ 1,250 bilhão. Nesse caso, o valor foi gerado porque as exportações somaram US$ 7,583 bilhões e superaram as importações de US$ 6,333 bilhões no mesmo período.   Na semana entre os dias 13 e 17 de outubro, o fluxo cambial teve resultado negativo de US$ 2,662 bilhões. Nesse período, as duas contas - comercial e financeira - ficaram no vermelho. No financeiro, foi registrada saída de US$ 1,943 bilhão e no comercial, resultado negativo de US$ 719 milhões.   No ano até o dia 17 de outubro, o fluxo cambial está positivo em US$ 13,437 bilhões, resultado de um saldo comercial com ingressos de US$ 44,521 bilhões e do fluxo financeiro negativo de US$ 31,084 bilhões no período. Em igual período de 2007, o fluxo cambial estava positivo em US$ 72,925 bilhões.

Mais conteúdo sobre:
Fluxo cambial crise nos EUA dólar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.