Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Fluxo cambial tem saldo positivo de US$ 1,825 bilhão

Dados divulgados hoje pelo Banco Central mostram que, graças ao bom desempenho das exportações, o fluxo cambial - balanço entre a entrada e saída de divisas do País - teve um saldo positivo de US$ 1,825 bilhão em abril. Esse é o maior valor mensal de ingresso de recursos externos na economia registrado neste ano e em todo o ano passado.Entre janeiro e abril, o saldo cambial foi positivo em US$ 1,279 bilhão. Nos primeiros quatro meses de 2002, o fluxo cambial havia sido negativo em US$ 1,431 bilhão. O saldo das operações de câmbio referentes ao comércio exterior do País foi, mais uma vez, o principal responsável pelo bom desempenho, registrando em abril um superávit US$ 2,917 bilhões.É o maior valor contabilizado pelo BC desde julho do ano passado, quando houve um saldo positivo de US$ 2,922 bilhões nas contratações de câmbio ligadas ao comércio externo. As operações de exportações geraram US$ 6,908 bilhões em divisas em abril, enquanto as importações demandaram US$ 3,991 bilhões. Em abril de 2002, as contratações para exportação foram de US$ 4,924 bilhões e as de importação ficaram em US$ 3,428 bilhões.As contratações de câmbio para a realização de transações financeiras geraram, por sua vez, um saldo negativo de US$ 820 milhões no mês passado. Mesmo assim, esse foi o segundo melhor resultado do ano, perdendo apenas para janeiro, quando houve uma saída líquida de apenas US$ 97 milhões do País.As operações referentes a ingresso de recursos financeiros foram de US$ 5,545 bilhões em abril e as relacionadas a saídas ficaram em US$ 6,365 bilhões. Em abril de 2002, o saldo destas operações havia sido negativo em US$ 1,122 bilhão, com US$ 6,511 bilhões de entradas e US$ 7,633 bilhões de saídas.As contas bancárias de não residentes no País (CC5) tiveram em abril um déficit de US$ 272 milhões. Este foi o segundo menor saldo negativo do ano. O mês mais favorável foi janeiro, quando houve remessas líquidas de US$ 175 milhões para o exterior por meio dessas contas. Em abril do ano passado, as CC5 tinham registrado uma saída líquida de US$ 344 milhões.

Agencia Estado,

07 de maio de 2003 | 16h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.