FMI acredita que crise política não afetará economia do Brasil

O porta-voz do Fundo Monetário Internacional (FMI) Thomas Dawson disse que tem "uma forte crença de que os acontecimentos políticos recentes não afetaram o desempenho macroeconômico do Brasil, pois uma forte cultura macroeconômica continua firme".Segundo ele, a política fiscal continua sendo aplicada; o aperto monetário está dando resultado; e a inflação, bem como as expectativas, caíram de forma significativa, apesar das oscilações no mercado financeiro. "Há uma expectativa de que as fortes políticas econômicas serão mantidas", disse.Dawson destacou ainda que "progressos adicionais, como reformas, serão importantes para alcançar forte crescimento econômico a médio prazo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.