Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

FMI aprova linha de crédito de US$ 5,84 bi para a Colômbia

Financiamento preventivo poderá ser acessado em caso de crises globais

Álvaro Campos, da Agência Estado,

24 de junho de 2013 | 17h15

WASHINGTON - O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou nesta segunda-feira, 24, nova linha de crédito de US$ 5,84 bilhões para a Colômbia, que pode ser acessada em casos de choques econômicos globais que afetem o país. Segundo o FMI, as autoridades colombianas vão tratar esse programa como uma linha preventiva, não pretendem utilizar esses recursos.

A Colômbia é um dos mercados emergentes que têm sido atingidos pela volatilidade nos fluxos de capital nas últimas semanas, especialmente após o Federal Reserve ter alertado que pode começar em breve a reduzir suas ações de estímulo. Segundo o vice-diretor-gerente do FMI, David Lipton, apesar do forte desempenho econômico e da gestão talentosa, a Colômbia continua exposta a riscos, "incluindo uma flutuação severa nos preços das commodities e outros desdobramentos externos adversos".

"Os ricos para a projeção econômica global continuam elevados e, se eles se materializarem, vão afetar a economia e as contas externas da Colômbia. Manter uma linha de crédito aberta com Bogotá vai ajudar a Colômbia a gerir eficazmente os potenciais choques e manter seu forte desempenho econômico, enquanto as autoridades locais continuam a fortalecer seu arcabouço de políticas e reconstruir seus colchões", diz Lipton.

(As informações são da Dow Jones.)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.